FR VIAGENS E TURISMO
Buscar
  • FR Viagens e Turismo

Inglaterra promete suspender todas as restrições para controle da disseminação do coronavírus.

A Inglaterra vai suspender todas as restrições que foram impostas até o momento como instrumentos de controle da disseminação do coronavírus.


A partir de quinta-feira (24/2), as pessoas infectadas com Covid no país já não estão mais obrigadas a se isolar; sendo somente aconselhadas a ficar em casa por pelo menos cinco. Ou seja: deixou de ser uma exigência do governo britânico para virar uma "responsabilidade individual".


Além disso, a partir de abril, os testes gratuitos não vão mais estar disponíveis para toda a população

Os números de casos, internações e mortes por Covid no Reino Unido despencaram nas últimas semanas, graças à vacinação e ao controle da transmissão da doença, depois do surto causado pela variante ômicron.


Veja mais:


De fato, diminuiu muito, mas a contaminação ainda não desceu a níveis irrisórios, como aconteceu, por exemplo, em maio do ano passado. Será que era hora de abrir a porteira assim? A oposição local tem certeza de que não.

O líder nacionalista escocês disse que são “escolhas perigosas” e “claramente políticas", feitas por um governo "em turbulência". Boris Johnson vem balançando no cargo por causa das várias festinhas na sede do governo durante um lockdown.



O líder do Partido Trabalhista falou que o anúncio pode estragar todo o progresso dos últimos meses.

O governo britânico deu ao plano anunciado no último dia 21/2 o nome de “Convivendo com a Covid”, mas disse que esse ainda não é o dia para declarar vitória contra o vírus. De qualquer maneira, por ora, é a vida voltando a caminhar para normalidade no país.


A Austrália também teve uma segunda-feira simbólica. Depois de quase dois anos, o país reabriu totalmente as fronteiras para estrangeiros vacinados. Os aeroportos fizeram a festa com a intensa movimentação.

Fonte: G1

  • Instagram
  • Facebook ícone social