FR VIAGENS E TURISMO
Noticias - FR VIAGENS E TURISMO
Buscar
  • FR Viagens e Turismo

Cabines de dois andares podem ser o futuro dos voos comerciais

Projetos inéditos prometem aliar conforto e mais espaço aos passageiros




Os designers de interiores de aviões sonham há muito tempo com conceitos inovadores para a classe econômica. Um dos grandes objetivos é achar o equilíbrio ideal entre acomodar o maior número de passageiros e manter a experiência do voo relativamente agradável.

E alguns projetos recentes, que aliam conforto a novas maneiras de viajar, podem ser o futuro da aviação comercial. De olho no mercado, o Crystal Cabin Award, prêmio internacional de excelência em inovação de interiores de aeronaves, destaca algumas das tendências do setor neste ano.

Um dos conceitos na lista de pré-selecionados da categoria “Escolha dos Jurados” é o Chaise Longue. O projeto consiste em poltronas econômicas com cabines de dois níveis, com cada fileira alternando entre assentos na altura do chão e outros assentos elevados a alguns metros acima do nível das cabeças.

A ideia é creditada ao estudante espanhol Alejandro Núñez Vicente, de 21 anos. O jovem afirma que a inspiração nasceu a partir de suas experiências pessoais em voos na classe econômica pela Europa.

“A atual classe econômica é frequentemente limitada a uma posição única ou ligeiramente reclinada, o que impede que o passageiro tenha uma experiência confortável e relaxante”, disse Núñez. O objetivo foi criar então um conceito com cabines em diferentes níveis que oferecessem algo mais prazeroso aos viajantes.

O design elimina o compartimento de bagagens superior, o que permite mais espaço para uma cabine extra a alguns metros do chão. A bagagem pode ser armazenada em compartimentos debaixo dos assentos. O plano também oferece ângulos mais reclináveis, um encosto ajustável para as costas e um apoio para o pescoço desdobrável.

Os assentos são projetados para serem retirados facilmente, permitindo que aeronaves comerciais ampliem espaços para uso cargueiro. O Chaise Longue ainda é uma proposta universitária da Universidade Técnica de Delft, na Holanda, mas algumas companhias já mostraram interesse no conceito.

O design elimina o compartimento de bagagens superior, o que permite mais espaço para uma cabine extra a alguns metros do chão. A bagagem pode ser armazenada em compartimentos debaixo dos assentos. O plano também oferece ângulos mais reclináveis, um encosto ajustável para as costas e um apoio para o pescoço desdobrável.

Os assentos são projetados para serem retirados facilmente, permitindo que aeronaves comerciais ampliem espaços para uso cargueiro. O Chaise Longue ainda é uma proposta universitária da Universidade Técnica de Delft, na Holanda, mas algumas companhias já mostraram interesse no conceito.

A empresa ainda revelou que o design deve fazer a classe econômica um lugar mais seguro, agradável e confortável, criando oportunidades de maiores receitas para as companhias aéreas.

Os vencedores do Crystal Cabin Awards devem ser apresentados apenas em setembro no evento Aircraft Interiors Expo, que ocorrerá de forma virtual.


FONTE: CNN BRASIL

  • Instagram
  • Facebook ícone social