FR VIAGENS E TURISMO
Buscar
  • FR Viagens e Turismo

Arraial do Cabo - Rio de Janeiro


Breve História e Características Gerais.

Até 1985 Arraial do Cabo estava integrada ao município de Cabo Frio, porem a sua história, segundo especialistas, remonta ao século XVI e ao navegador Américo Vespúcio, que ali desembarcou trazendo a segunda expedição europeia que percorreu o litoral tupiniquim. um pequeno obelisco marca o ponto da chegada destes europeus no local.

Integrante da “Região dos Lagos” ou “Costa do Sol” e situada a pouco mais de 2 horas de carro da capital, Rio de Janeiro, a cidade de Arraial do Cabo possui clima quente e pouco chuvoso durante a maior parte do ano, em algumas das praias locais, o mar possui tonalidade azul, em outras a água é cristalina.

O litoral da cidade é singular também por apresentar diversos mirantes que proporcionam a observação de lindas paisagens, além de algumas praias praticamente selvagens, dada a baixa frequência de visitação em baixa temporada.

A cidade é conhecida também como a “Capital do Mergulho”, por oferecer esta possibilidade aos frequentadores das praias, que se aproveitam das águas límpidas e tranquilas para observar a fauna marinha.

Principais Atrativos.

Como o local é bastante conhecido por suas praias, que constantemente são classificadas entre as melhores do Brasil pelo público que as visita, vamos inicialmente à elas:


-Praia do Pontal: Essencial é não confundir esta praia com as “Prainhas do Pontal do Atalaia”.

A praia do pontal é a primeira praia do território do Arraial (para quem vem pela estrada) e está situada em região mais isolada, próxima ao pórtico da cidade, possuindo um belo visual. Justamente por conta da sua localização, costuma ser menos visitada que as mais praias famosas da cidade.

O mar é calmo e gelado como na maioria das praias da cidade, mas não tanto como a da Praia Grande. Sua faixa de areia possui um trecho que se localiza bem próximo de árvores, possibilitando a realização de piqueniques pelos frequentadores.

A estrada por terra que dá acesso à praia fica escondida e não é possível visualizá-la a partir da rodovia principal. Após a passagem pela secretaria de segurança pública e por uma guarita desativada, se avança por cerca de um 1km para chegar à praia.



-Prainha: Outra praia que pode ser avistada da estrada em que se chega ao Arraial. A vista já é deslumbrante de longe, pois permite apreciar o mar azul-turquesa que faz o local ser comparado com o Caribe.

Esta praia é bastante procurada por turistas e pela população local, principalmente aos fins de semana. É recomendada para famílias por possuir fácil acesso, bons pontos para mergulho, além de mar tranquilo e apropriado para crianças, sendo também considerado o “menos gelado” da cidade.

A prainha oferece ao visitante restaurantes à beira-mar. Algumas pousadas ficam por lá também, próximas à sua faixa de areia. Para aqueles que desejam ficar ao sol ou dentro do mar relaxando, uma oportunidade é apreciar o movimento dos pescadores que partem e retornam da sua jornada na enseada local.

Uma trilha saindo desta praia leva até a Praia da Graçainha, que é perfeita para a prática do mergulho e apreciação da fauna marinha.

Outra trilha partindo da Prainha leva até a Praia do Pontal. Esta parte do canto esquerdo da faixa de areia, levando até o Morro do Miranda, passando pelas Ruínas da Álcalis, uma antiga fábrica local, e por diversos mirantes, antes de chegar até o destino final. Esta caminhada possui dificuldade leve, com seus 4 km sendo percorridos em até 3 horas.




-Praia do Forno: Na baixa estação fica bem tranquila e mais isolada, com águas calmas e cristalinas que, em conjunto com sua faixa de areia, formam uma paisagem de rara beleza.

É ideal para a prática de stand up paddle, caiaque ou snorkel. Lá também há infraestrutura a disposição do visitante com barracas e quiosques, mas que cobrem apenas alguns trechos da praia. No terreno não coberto pelas barracas, a tranquilidade impera nesta praia paradisíaca.

O acesso à praia, que fica ao norte do arraial, não pode ser feito por carro, sendo realizado por uma pequena trilha, com paisagens imperdíveis, que exige leve esforço (com duração aproximada de 20 minutos), ou através de “taxi boat” com roteiro predefinido, ambos com partida da Praia dos Anjos.